Como compreender o ego masculino?

Para compreender o ego masculino, considere como as expectativas sociais moldaram a expressão masculina de suas emoções. Por exemplo, a maioria dos homens aprendeu que mostrar tristeza é um sinal de fraqueza, então ele pode ficar com raiva ou permanecer estóico. Tente fazer com que seu homem discuta suas emoções com você, mas saiba que isso pode exigir muita prática e paciência, pois ele pode não saber realmente o que está sentindo. Outra maneira de entender o ego masculino é evitar fazer suposições com base em seu gênero. Por exemplo, não presuma que ele vai gostar de esportes e cerveja e odiar comédias românticas e balé. Em vez disso, conheça seu homem em um nível individual. Para aprender como desafiar estereótipos desatualizados sobre homens e masculinidade, continue lendo!

Para compreender o ego masculino
Para compreender o ego masculino, é necessário compreender como os papéis de gênero se desenvolvem e funcionam na sociedade.

O termo "ego masculino" é muito utilizado no discurso popular, muitas vezes sem uma definição clara. Para entender como o ego masculino molda os pensamentos e o comportamento dos homens, é importante chamar a atenção para as formas como ele é socialmente construído. Em outras palavras, muito do que consideramos ser o "ego masculino" é baseado em suposições e estereótipos arraigados sobre masculinidade e masculinidade que têm significado social e foram, em sua maioria, inconscientemente internalizados pela maioria dos homens.

Parte 1 de 3: compreendendo a relação entre o eu e a sociedade

  1. 1
    Entenda o que é o "ego masculino". Resultante do trabalho de psicólogos e psicoterapeutas no final do século XIX e início do século XX, o ego pode ser definido basicamente como o self. Afinal, "ego" significa "eu" em latim. O ego é a parte da mente responsável por atuar como o "mediador" entre as forças e impulsos do superego (nossa consciência e nosso eu ideal) e nossos ids (a parte responsável por satisfazer nossas necessidades básicas). O ego opera na realidade e também é responsável por mediar entre nossas próprias necessidades e como satisfazê-las em nossos ambientes. O ego mantém relações com os outros, reconciliando as pulsões do id e do superego com o mundo exterior. Muitos psicólogos postularam suas próprias teorias do ego com base na explicação do ego de Sigmund Freud.
    • Em outras palavras, o ego masculino não é apenas um reflexo do eu individual, mas também de definições culturais de masculinidade e ideias sobre como os homens devem pensar e agir. As identidades dos homens são, portanto, moldadas por influências sociais. Afinal, os humanos são seres sociais!
  2. 2
    Compreenda que os papéis de gênero são construídos socialmente. Para compreender o ego masculino, é necessário compreender como os papéis de gênero se desenvolvem e funcionam na sociedade. Os papéis de gênero moldam o modo como as pessoas pensam e se comportam. Os papéis de gênero são conjuntos de crenças e ações que se desenvolvem em contextos culturais específicos e estão associados a um determinado sexo biológico (masculino ou feminino). Os papéis ajudam a diferenciar os sexos, para que os homens sejam vistos de uma forma e as mulheres de outra. Ao ocupar esses papéis específicos de gênero, alguns indivíduos funcionam melhor dentro de seu contexto social particular, enquanto outros podem ter dificuldades.
    • Para entender o ego masculino, você precisa entender como a sociedade molda as expectativas dos homens em relação a si mesmos. Isso é importante porque muitos homens desenvolveram maneiras de lidar com essas demandas sociais. Em muitos casos, os homens nem mesmo estão cientes de como a sociedade os influencia. Por exemplo, a maioria dos homens não sabe realmente como se tornaram fãs de esportes ou pensa que azul, verde e cinza são as cores dos meninos, enquanto o rosa e o roxo são as cores das meninas.
  3. 3
    Aprenda as características básicas do ego masculino socialmente construído. O ego masculino é movido pelo reconhecimento, atenção e ação. Os homens são considerados seres mais ativos que fazem coisas importantes (como líderes políticos, soldados, cientistas, etc.) e que merecem a atenção dos outros. Nessa visão do ego masculino, os homens são movidos por sua força física, impulso sexual e biologia evolutiva como competidores pela atenção feminina para serem competitivos, para se esforçarem por grandeza e poder e para evitarem demonstrar qualquer emoção e fraqueza.
    • Por exemplo, na maioria das comunidades europeias, o papel do gênero masculino é normalmente entendido e descrito em termos ativos, em oposição a passivos. Os homens são corajosos, fortes, competitivos, independentes e estáveis (em contraste, as mulheres são passivas, emocionais, fracas e socialmente mais orientadas). Para dar outro exemplo, espera-se que os homens em muitas comunidades do mundo ocidental evitem demonstrar emoções. Lembre-se do velho ditado "meninos não choram?" Em vez disso, supõe-se que os homens sejam machos e fortes em face de desafios pessoais, como perda, luto e tristeza.
    Outra maneira de entender o ego masculino é evitar fazer suposições com base em seu gênero
    Outra maneira de entender o ego masculino é evitar fazer suposições com base em seu gênero.
  4. 4
    Esteja ciente de que nem todos os homens se sentem confortáveis executando essas normas de gênero padrão. Muitos homens se sentem confusos por terem que ser um certo tipo de homem. Por exemplo, embora, estatisticamente, a maioria dos homens seja heterossexual, o que acontece com os homens que não se identificam assim? Ou o que dizer de alguns homens que gostam de pedicure e tratamentos faciais, coisas consideradas "femininas" ou femininas?
    • É importante descobrir como os homens individualmente se sentem e como respondem a essas expectativas sociais de como os homens deveriam ser, porque elas variam em cada caso.

Parte 2 de 3: lidar com o ego masculino

  1. 1
    Considere como as expectativas sociais moldam o modo como os homens lidam com as emoções. Todos os homens e mulheres têm emoções, mesmo que as mostrem de maneiras diferentes. Homens que não demonstram muitas emoções ainda têm emoções, mas por causa do condicionamento social, aprenderam a não mostrar suas emoções em demasia ou de jeito nenhum.
    • Isso pode significar que o homem em sua vida pode permanecer estóico quando alguém importante para ele morre.
    • Visto que a raiva é uma emoção mais aceitável para os homens mostrarem, em situações em que eles podem estar tristes, eles ficarão com raiva.
    • Se o seu homem tiver uma reação que o confunda, manter esse condicionamento social em mente o ajudará a compreender a reação dele. Ele tem emoções, mas foi ensinado a não demonstrá-las, porque isso é visto como um sinal de fraqueza.
  2. 2
    Aprenda a reconhecer a supressão de emoções. Os homens costumam ser ensinados a suprimir suas emoções, o que nem sempre é a maneira mais produtiva de lidar com as emoções. Suprimir as emoções pode criar uma desconexão entre emoções e pensamentos. Isso significa que os homens podem nem saber o que estão sentindo. É importante que os homens trabalhem na expressão de emoções porque a supressão das emoções pode levar a efeitos físicos e psicológicos negativos.
    • Por causa da supressão de emoções, seu homem pode não ser capaz de discutir como está se sentindo. Se ele estiver disposto a trabalhar nisso com você, saiba que isso vai exigir prática e tempo.
    • Perceba que reprimir emoções não é apenas uma característica masculina. As mulheres também suprimem as emoções. As mulheres também precisam trabalhar para expressar suas emoções de maneira produtiva. Só porque as mulheres são consideradas melhores em expressar emoções, isso não significa que seja sempre assim. As pessoas não nascem sabendo como expressar suas emoções de maneira significativa e eficiente. É uma habilidade que precisa ser aprendida tanto para homens quanto para mulheres.
  3. 3
    Desafie estereótipos desatualizados sobre homens e masculinidade. Ao contrário do velho ditado, os homens não são de Marte e as mulheres não são de Vênus. Homens e mulheres são muito mais parecidos do que muitas pessoas gostariam de admitir. Na verdade, muitos cientistas hoje preferem discutir as diferenças de gênero em termos de um amplo continuum de possibilidades, em oposição a uma distinção estrita entre duas opções diretas.
    • É importante evitar fazer suposições sobre os homens e antecipar seu comportamento para se adequar aos papéis e expressões de gênero que você normalmente espera. Não presuma que ele gosta de esportes, por exemplo, ou que gosta de cerveja e odeia "filmes para mulheres", que são estereótipos comuns sobre os homens. Em vez disso, procure conhecer o homem em sua vida em um nível individual, em vez de se aproximar dele com base no que você acha que sabe sobre os homens em geral. Afinal, ele é apenas um ser humano como você e tem seus próprios pensamentos, sentimentos e crenças.
    Para entender o ego masculino
    Para entender o ego masculino, você precisa entender como a sociedade molda as expectativas dos homens em relação a si mesmos.
  4. 4
    Simpatize. Tente entender de onde vem aquele homem específico em sua vida quando ele faz algo que o choca ou perturba. Muitas vezes, as mulheres também se sentem pressionadas a obedecer a papéis prescritivos sobre como as mulheres devem se comportar e ser femininas. Em vez de descartá-lo, talvez mostre alguma empatia e compreensão. Em alguns casos, os homens nem pretendem aderir ao ego masculino, mas isso só acontece porque foram socialmente condicionados em relação a como agir.
    • Por exemplo, se um homem interrompe uma conversa para dizer que acha que os esportes femininos profissionais não valem o tempo de ninguém, não culpe apenas o ego masculino por seus comentários. Tente entender que ele vive em um mundo onde os esportes femininos NÃO são tão valorizados quanto os masculinos. De várias maneiras, essa atitude não é surpreendente; tanto homens quanto mulheres foram informados pela sociedade que os esportes profissionais masculinos são mais importantes do que os femininos. O problema pode não ser com esse homem individualmente, mas com a sociedade como um todo e como ela fala sobre homens, mulheres e papéis de gênero.
    • A empatia pode ser um passo importante no caminho para a transformação. Depois de sentir empatia por como o comportamento dele foi impactado pelas expectativas e normas sociais, você pode começar a abrir a conversa para desafiar esse processo. Por exemplo, talvez aborde o assunto de por que não valorizamos as atletas do sexo feminino tanto quanto os atletas do sexo masculino nos principais esportes. Que tipos de pistas sociais nos levaram a pensar que os esportes femininos não importam tanto, como cobertura de notícias, salários etc.?
    • Essa empatia também pode vir na forma de verificar suas próprias reações instantâneas aos momentos em que seu namorado, pai ou outro amigo ou membro da família não se ajusta aos estereótipos de gênero. Por exemplo, se ele menciona que realmente gosta de ir ao balé, seu instinto baseado nas normas convencionais de gênero pode ser considerá-lo "feminino" e não muito masculino. Em vez disso, verifique essas reações e lembre-se de que você também pode ser parte do problema para validar o ego masculino.
  5. 5
    Conheça seu senso de humor. Estudos descobriram que tanto homens quanto mulheres usam o humor como uma forma de complicar suas identidades como homens e mulheres e fazer experiências com as fronteiras entre eles. Mas o que é interessante também é como o humor funciona para homens e mulheres em termos de sustentar seus papéis de gênero específicos na sociedade. Enquanto alguns homens podem preferir fazer piadas que reforçam os estereótipos tradicionais de gênero, como aqueles que posicionam as mulheres como inferiores a elas, outros homens podem desafiar esses estereótipos fazendo piada da maneira como os homens tradicionalmente se consideram superiores. Como um homem brinca sobre seu senso de masculinidade e os estereótipos convencionais que se aplicam a homens e mulheres em sua cultura pode dizer muito sobre sua personalidade e sua disposição de se conformar a esses estereótipos, muitos dos quais estão desatualizados de acordo com pesquisas científicas recentes.
    • Se ele fizer muitas piadas sexistas que denegram as mulheres e retratam os homens como superiores, você terá mais dificuldade em quebrar o ego masculino. O primeiro passo é ter uma discussão genuína sobre a natureza sem graça dessas piadas e perguntar a ele por que as faz. A esperança é que ele perceba que essas piadas não são engraçadas e que ele só as faz porque todo mundo também faz. Tornar os homens conscientes de seu comportamento e chamar a atenção para as coisas que eles fazem que refletem motivos quase inconscientes pode ajudá-los a ser mais conscientes sobre o que dizem e fazem.
  6. 6
    Torne-se mais próximo e íntimo. Quanto mais perto você se torna de um homem, mais você será capaz de separar o verdadeiro eu do homem das expectativas sociais colocadas sobre ele. Lembre-se, entretanto, de que isso pode levar algum tempo, pois a maioria dos homens não está disposta a se abrir imediatamente. Como acontece com a maioria dos relacionamentos, forjar intimidade leva tempo, seja com um interesse amoroso ou com um amigo. No entanto, à medida que seu relacionamento progride e você começa a se aprofundar em tópicos mais profundos sobre seus interesses e visões de mundo, ele pode deixar de lado alguns desses roteiros de gênero.
    • Converse e se conheça. Compartilhe detalhes particulares sobre seu passado, histórias que dão uma ideia de quem você é, como você cresceu e que tipo de coisas o tornaram do jeito que você é hoje. Peça ao homem para retribuir; você pode se surpreender com sua honestidade e como, com o tempo, as camadas do ego machista se dissipam para revelar sua verdadeira personalidade. Talvez ele confesse que chorou ao assistir The Notebook ou que odeia todos os esportes organizados, coisas que não são tradicionalmente associadas à masculinidade.
    • Em outras palavras, à medida que ele se sente mais confiante e aberto com você, ele pode ser mais direto sobre algumas das maneiras pelas quais ele é ambivalente sobre alguns aspectos do papel de gênero que ele deve incorporar. Isso funcionará como mais uma via para uma comunicação mais íntima.

Parte 3 de 3: entendendo-se como homem

  1. 1
    Compreenda o conceito de tensão do papel de gênero. A tensão do papel de gênero é o estresse e a ansiedade relacionados a um papel de gênero quando esse papel não pode ser suficientemente ou apropriadamente cumprido. Existem três tipos principais:
    • Tensão de discrepância - quando uma pessoa falha em cumprir as normas típicas de gênero. Por exemplo, talvez um homem esteja sofrendo de depressão e decida procurar ajuda. Esta é uma discrepância com a noção de que "os homens deveriam resistir".
    • Trauma Strain - Quando uma pessoa experimenta um evento traumático de vida durante o processo de ser socializada no gênero apropriado. Por exemplo, talvez o homem esteja sofrendo de depressão em parte em relação ao pai de seu "homem", que era muito duro e lhe ensinou que "meninos não choram".
    • Tensão por disfunção - Quando uma pessoa desempenha um papel de gênero que é perigoso ou causa danos. Por exemplo, se o homem não procura tratamento para sua depressão com base na ideia de que os homens não precisam de ajuda, sua depressão provavelmente continuará e talvez até piore.
    Para compreender o ego masculino
    Para compreender o ego masculino, considere como as expectativas sociais moldaram a expressão masculina de suas emoções.
  2. 2
    Perceba que a tensão do papel de gênero pode afetar adversamente a vida dos homens. Como homem, você pode se sentir sob grande pressão para se conformar aos ideais de masculinidade. Filmes, TV, revistas e até mesmo as pessoas ao seu redor fornecem dicas sobre como você deve agir e como um homem deve ser. O que acontece, entretanto, quando seu próprio senso de identidade não se alinha com essas expectativas? O que essa aparente incapacidade de se adequar faz ao seu senso de identidade? As expectativas da sociedade sobre como ser um homem podem ser prejudiciais e deixar você com baixa autoestima e autoimagem. Em alguns casos, os efeitos podem ser ainda mais terríveis. Alguns homens tentam lidar com esse estresse adotando hábitos prejudiciais à saúde, como abuso de drogas, escapismo e violência.
    • Por exemplo, os transtornos alimentares têm sido cada vez mais prevalentes em homens devido às pressões sociais para que os homens tenham corpos em forma, atléticos e tonificados. Homens que não se encaixam nesse tipo de corpo "perfeito" têm sentimentos de baixa autoestima e, por sua vez, punem seus corpos por não serem perfeitos.
    • Observe que, como a autossuficiência normalmente faz parte do ego masculino, os homens geralmente não recebem a ajuda de que precisam.
  3. 3
    Lidar com as expectativas sociais. Como as expectativas sociais dos homens são tão altas, eles precisam encontrar uma maneira de lidar com a pressão. A maioria dos homens lida com as expectativas sociais e a tensão do papel de gênero de uma das três maneiras:
    • Eles mudam a si mesmos para atender às expectativas sociais. Mudar a identidade própria não é fácil e, em muitos casos, os homens fazem isso para perceber os benefícios de cumprir as expectativas sociais. Para os homens, esses benefícios são inúmeros, incluindo aceitação de outros homens, aumento da autoestima e aumento do status social, entre outros.
    • Eles rejeitam as expectativas sociais. Nesse caso, os homens que não se conformam às pressões da sociedade podem incorrer em consequências negativas, como rejeição de outros homens, status inferior e menos possibilidades sociais e românticas. Por esse motivo, a maioria dos homens não escolhe essa opção e, em vez disso, acha mais fácil tentar se adequar às normas tradicionais de gênero e, então, lidar com a discrepância (e nem sempre de maneira saudável).
    • Eles mudam as expectativas sociais. Achando que essa é a opção ideal e o que isso pode fazer uma diferença positiva na nossa sociedade, também é difícil. As normas de gênero estão profundamente arraigadas em nossa sociedade e tentar mudá-las não é uma tarefa fácil. No entanto, houve sucessos no passado, como indica a crescente aceitação da homossexualidade e dos indivíduos transgêneros.
  4. 4
    Construa sobre os pontos fortes. Em geral, os homens têm poucas opções relacionadas à expressão de gênero. Eles realmente são limitados e as opções potenciais listadas acima também não parecem muito encorajadoras para muitos homens. No entanto, uma coisa que um homem pode fazer para lidar com as expectativas sociais é construir sobre alguns dos pontos fortes dessa socialização de gênero. Algumas das qualidades do ego masculino que podem produzir dificuldades para os homens também podem ser recursos e forças.
    • Por exemplo, em uma situação de crise ou emergência e em alguns tipos de trabalho, a capacidade de "manter a calma" e "manter a calma" tem grande valor. Essas habilidades são úteis em certas ocupações, desde enfermagem de pronto-socorro até administrar uma empresa Fortune 500. Essas também são habilidades valiosas para a vida que nos ajudam a cuidar e apoiar outras pessoas como pais, amigos e membros da comunidade.
    • O principal desafio aqui é valorizar alguns dos conhecimentos e habilidades que são parte integrante do ego masculino, sem que se tornem a única maneira de agirmos. Por exemplo, embora possa ser útil em alguns aspectos quando os homens permanecem calmos e não permitem que suas emoções os dominem, em outras situações é importante mostrar e trabalhar a emoção. Portanto, tente abraçar alguns dos pontos fortes do papel do gênero masculino sem subscrevê-lo de todo o coração ou acriticamente.
    Como a autossuficiência normalmente faz parte do ego masculino
    Observe que, como a autossuficiência normalmente faz parte do ego masculino, os homens geralmente não recebem a ajuda de que precisam.
  5. 5
    Defina sua própria identidade masculina. Lembre-se de que sua identidade de gênero pode ser o que você quiser. VOCÊ pode escolher. Talvez você queira pegar certos aspectos dessa ideia socialmente construída de masculinidade e rejeitar outras partes; talvez você continue a amar esportes e a usar calças e shorts (mas não vestidos), mas também opta por ser o pai que fica em casa (uma posição geralmente assumida pela mulher no relacionamento).
    • Você cresceu e está enredado na sociedade em que vive. Mesmo quando você percebe o quanto de quem você é se baseia em influências sociais, isso não significa que você tenha que começar de novo - na verdade, isso é basicamente impossível, pois as ideias sobre papéis de gênero permeiam todos os aspectos de nossa sociedade!
    • Dito isso, estar mais ciente de como o gênero é uma construção social pode torná-lo um observador mais consciente de seus próprios pensamentos e comportamentos. Você pode incorporar aqueles aspectos do ego masculino que você sente que se realçam (como ser dirigido por objetivos ou liderança) e rejeitar aqueles que prejudicam o seu próprio bem-estar ou o de outras pessoas, como a necessidade de dominar os outros ou ver emoções como fraqueza.
  6. 6
    Procure aconselhamento. Se você alguma vez sentir que a tensão entre quem a sociedade lhe diz para ser e quem você é se torna excessiva e começa a afetar adversamente seu bem-estar mental, então deve considerar consultar um conselheiro. Um conselheiro pode ajudá-lo a resolver os problemas que o estão incomodando, o que pode permitir que você viva uma vida mais feliz.

Perguntas e respostas

  • Quão importante é para os homens mais velhos serem atraentes para as mulheres?
    A atração não é necessariamente um abdômen definido ou um bronzeado Miami. Cheirar bem, fazer a barba e uma boa higiene são importantes em qualquer idade. Quando um homem envelhece, outras qualidades se destacam contra seus colegas, como se ele ainda é ativo, espontâneo e atento aos eventos e à cultura atuais. Tente não dizer coisas como "Quando eu tinha sua idade" ou "na minha época". Claro que a atração é importante em qualquer idade. É importante a idade que você está tentando atrair e que tipo de mulher. Se você está procurando uma mulher idosa, ser gentil, romântico e atencioso pode ser atraente para ela. Se você está na casa dos 50 anos tentando namorar uma mulher mais jovem, estabilidade e ostentação podem ser atraentes. Mas seja você mesmo!
  • Meu namorado me disse que sou parte do ego dele. O que ele quer dizer com isso?
    Não há uma maneira exata de saber o que ele quer dizer com isso, mas intuitivamente, pode ser uma combinação de coisas em alguns níveis. Por exemplo, sua opinião e respeito por ele é uma parte crítica de como ele se sente sobre si mesmo; a maneira como você é percebido pelas outras pessoas, para o bem ou para o mal, também é uma parte fundamental de como ele se sente bem / mal a respeito de si mesmo. De qualquer forma, essa declaração de sua parte me faz questionar a força de seu senso de identidade independente e sua capacidade atual de compreender e assumir responsabilidades por suas próprias emoções.

Comentários (7)

  • jacobsonmozelle
    Finalmente entendi meu namorado.
  • caroline36
    Ótimo artigo. Ajude-me a entender sobre o ego masculino.
  • laruegaylord
    Tenho 70 anos; experiências com homens feridos moldadas pelo que este artigo aborda. Sou uma feminista comemorativa com 8 netas; Devo a eles verdades, não perpetuação ou fingimento.
  • zulaufsienna
    Compreendendo a si mesmo como homem.
  • idella43
    Isso é alucinante!
  • feichmann
    Estou surpreso ao descobrir neste artigo que, na verdade, existem muitas expectativas sociais e pressão para os homens. Isso é realmente uma revelação para mim. Continue com o bom trabalho Wiki!
  • leslie31
    Consulte um terapeuta. Eu o vejo há dois anos; Tenho me sentido em um lugar melhor agora. Acho que mais homens deveriam falar sobre problemas de saúde mental e namoro, o que acontece em suas vidas, suas necessidades de mais modelos masculinos por aí.
Isenção de responsabilidade médica O conteúdo deste artigo não pretende ser um substituto para aconselhamento, exame, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Deve sempre contactar o seu médico ou outro profissional de saúde qualificado antes de iniciar, alterar ou interromper qualquer tipo de tratamento de saúde.
Artigos relacionados
  1. Como usar o Duroil?
  2. Como prevenir a incontinência masculina?
  3. Como melhorar a azoospermia?
  4. Como cuidar de suas mãos (homens)?
  5. Como tratar o hipertireoidismo em homens?
  6. Como obter alívio da próstata com Saw Palmetto?
Este site usa cookies para analisar o tráfego e para personalização de anúncios. Ao continuar a navegar neste site, você indica que aceita o uso de cookies. Para mais informações visite nossa Política de Privacidade.
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail