Como levar uma criança autista para a Disneylândia?

Este artigo explicará como tornar sua viagem agradável para uma criança autista por meio da preparação
Este artigo explicará como tornar sua viagem agradável para uma criança autista por meio da preparação e da comunicação.

Uma viagem à Disneylândia pode ser muito divertida, mas para uma criança autista, todas as imagens, sons e estranhos podem se tornar extremamente angustiantes. Este artigo explicará como tornar sua viagem agradável para uma criança autista por meio da preparação e da comunicação.

Passos

  1. 1
    Agende a viagem para se divertir. Os parques de diversões tendem a ter alta temporada em que ficam extremamente lotados, e a Disneylândia não é exceção. Se seu filho fica sobrecarregado por multidões ou é propenso a sobrecarga sensorial, programe a viagem para quando o parque não estiver tão lotado. Para evitar a alta temporada, a Disneylândia sugere uma visita em uma terça ou quinta-feira durante os seguintes meses:
    • Meados de janeiro a meados de março
    • Meados de abril a meados de maio
    • Meados de setembro a meados de novembro
    • Fóruns e blogs para fãs da Disneylândia também podem oferecer conselhos sobre qual é a melhor época para ir ao parque e os melhores horários para passeios específicos.

    Dica: não programe a viagem para férias escolares ou feriado (como o fim de semana do dia do presidente ou o Halloween). A Disney relata taxas de comparecimento mais altas durante esses períodos e costuma hospedar eventos específicos de feriados ou noites de formatura.

  2. 2
    Olhe para as acomodações para deficientes da Disneylândia. A Disneylândia oferece vários recursos para hóspedes com deficiência, que podem beneficiar seu filho. Ao planejar sua viagem, verifique quais recursos estão disponíveis para que você saiba como ajudar seu filho. As acomodações incluem:
    • Compra de ingressos online, para que você não precise estender o tempo na fila
    • Triagens de segurança alternativas para entrada no parque
    • Usando acomodações que pulam filas, como FastPass ou Serviço de Acesso para Deficientes
    • Use o Rider Switch se seu filho não quiser dar um passeio, mas você e outro membro da família querem
    • Lugares para fazer uma pausa
    • Banheiros de acompanhantes
    • Acomodações de quaisquer necessidades dietéticas
    • A lista de detalhes da atração, que relaciona todas as experiências sensoriais nos passeios e quanto tempo dura cada passeio (encontrado aqui)
  3. 3
    Avise a criança com semanas de antecedência. Há uma série de vídeos online em que os pais surpreendem seus filhos durante a viagem para a Disneylândia ou Disney World. Isso pode ser chocante para uma criança autista. Crianças autistas geralmente se consolam na rotina e são capazes de esperar o que vai acontecer. Uma mudança repentina nos planos pode causar grande estresse, até mesmo um colapso.
    • Considere fazer uma contagem regressiva para a viagem na geladeira ou no quarto da criança. Dessa forma, a viagem não vai "passar despercebida" para eles, parecendo um ponto vago em um futuro distante.
    Seu filho autista provavelmente precisará de alguns itens extras para passar a viagem confortavelmente
    Seu filho autista provavelmente precisará de alguns itens extras para passar a viagem confortavelmente.
  4. 4
    Dê a eles uma ideia do que esperar. Crie uma programação / calendário geral de seus planos: saída às 9h na sexta-feira, chegada por volta das 13h e assim por diante. Conte a eles sobre os tipos de passeios e atrações que haverá e deixe-os pensar sobre o que gostariam de experimentar. Diga-lhes também que provavelmente haverá longas filas e muitas caminhadas envolvidas. Mostre a eles alguns vídeos do parque (não comerciais; eles são altamente idealizados!) E fotos do hotel em que você ficará hospedado.
    • Considere fazer um cronograma de fotos de seus dias de viagem para que eles possam acompanhar a rotina diferente.
    • Para entrar na Disneylândia, você e seu filho precisarão passar por um processo de triagem. Diga a eles como esse processo funcionará: "Depois de descermos do bonde, vamos esperar em uma fila para entrar no parque. Você pode usar seu telefone enquanto esperamos na fila. Assim que chegarmos à frente da fila, nós vai tirar nossas jaquetas, dar nossas malas e tirar tudo de nossos bolsos. Podemos precisar passar por um detector de metais. Depois disso, eles vão devolver nossas coisas e podemos ir para o parque. "
    • A Disneylândia oferece uma amostra de programação de fotos em seu site.
  5. 5
    Escolha roupas adequadas para o clima e sensorialmente adequadas para seu filho. Depois de esperar na fila ou andar por um tempo, uma criança que está com muito calor, muito frio, está suando muito ou está angustiada com a sensação de suas roupas tem mais probabilidade de sofrer e ficar sobrecarregada. Faça com que seu filho use roupas de que goste e que facilite sua sensibilidade sensorial.

    Dica: Traga um conjunto sobressalente de roupas do seu filho na mochila para o caso de acidentes, respingos ou encharcamentos de passeios aquáticos.

  6. 6
    Leve comida e água com você. Mesmo com serviços de eliminação de filas, as filas na Disneylândia podem demorar um pouco. Após um longo dia, também pode ser estressante para você e seu filho tentarem encontrar alimentos que possam comer, especialmente se eles tiverem sensibilidades sensoriais ou restrições alimentares. Certifique-se de ter um pouco de comida com você para que eles possam comer, para que não acabem tendo um colapso de fome.
    • A Disneylândia atende hóspedes com necessidades dietéticas, mas é bom estar preparado caso você fique preso em uma fila por mais tempo do que o previsto. Experimente comer lanches que seu filho goste, como biscoitos, salgadinhos de frutas, queijo ralado ou barras energéticas.
    • Existem fontes de água ao redor dos parques para encher sua garrafa de água conforme necessário.
  7. 7
    Pense em quais ferramentas de enfrentamento você deve trazer. Seu filho autista provavelmente precisará de alguns itens extras para passar a viagem com conforto. Algumas ideias estão abaixo:
    • Óculos de sol (uma boa ideia para qualquer pessoa, na verdade)
    • Tampões de ouvido ou protetores de ouvido (no caso de o ruído os sobrecarregar)
    • Um chapéu flexível para bloquear a entrada sensorial e o sol quente
    • Uma cadeira dobrável de acampamento (para longas esperas na fila)
    • Um iPod ou MP3 player (se a música os confortar)
    • Um brinquedo favorito
    • Um livro (ou vários livros!)
    • Um celular ou tablet com jogos

    Dica: É uma boa ideia ter algo que mantenha seu filho ocupado em filas, como um brinquedo ou dispositivo eletrônico. No entanto, tenha cuidado com itens que podem ser facilmente perdidos ou quebrados.

    Uma criança autista só adora personagens fantasiados e
    Uma criança autista só adora personagens fantasiados e, quando a fila para a saudação desse personagem acabar, ela começará a ter um colapso.
  8. 8
    Encontre lugares mais silenciosos e isolados ao redor do parque com antecedência. Muitos autistas precisam fazer pausas em situações altamente estimulantes para "recarregar" ou apenas relaxar um pouco. Identifique esses lugares antes que surja a necessidade.
    • A Disneylândia tem uma lista de áreas que normalmente são menos povoadas, como as estações de primeiros socorros da Main Street, Europe (no parque principal da Disneyland) e a Câmara de Comércio (na California Adventure). Você também pode pedir a um membro do elenco do parque para ajudá-lo a encontrar um local mais tranquilo nas proximidades.
  9. 9
    Designe alguns sinais entre vocês dois. Descubra alguma palavra, frase ou gesto que a criança autista pode usar para chamar sua atenção e indicar que ela está se sentindo desconfortável ou oprimida. Pode ser um tapinha no ombro, "demais", "preciso de uma pausa" ou qualquer coisa semelhante.
  10. 10
    Enfatize a necessidade de ficarmos juntos. Crianças autistas gostam de vagar quando veem coisas que lhes interessam e, se ficarem sobrecarregadas, podem ter problemas para acompanhá-las. Converse com seu filho com antecedência para explicar que ele precisa ficar com você, e se ele quiser ir a algum lugar, ele precisa avisar para que você possa ir com ele.
    • Se seu filho está ansioso para se perder, amarre um barbante em sua mochila e faça um laço na ponta. Eles podem deslizar a mão no laço para ficarem presos a você.
    • Estabeleça um ponto de encontro para o caso de você se separar.
    • Faça com que seu filho use um crachá ou pulseira com o nome dele, seu nome e suas informações de contato, para o caso de ele se perder ou você se separar. (Se seus problemas sensoriais tornarem isso difícil, coloque-a na mochila.) Tirar uma foto de seu filho com antecedência também pode ajudar os membros do elenco Disney a encontrar seu filho, caso eles se percam.
    Mas para uma criança autista
    Uma viagem à Disneylândia pode ser muito divertida, mas para uma criança autista, todas as imagens, sons e estranhos podem se tornar extremamente angustiantes.
  11. 11
    Saiba quando é o suficiente. Se a criança parecer infeliz, dizendo que está cansada ou não quer dar um passeio, não a force a continuar. Isso pode levar a um colapso. Mesmo se isso não acontecer, não levará a nenhuma lembrança feliz por parte da criança. E certamente não os force a subir para um personagem fantasiado se eles estão claramente com medo deles!
  12. 12
    Certifique-se de que eles façam as coisas que desejam. Para qualquer criança, nada é pior do que sair de um parque sem fazer aquele passeio que eles queriam muito fazer. Permita que a criança diga em quais passeios você vai, que jogos você joga e que alimentos você come. Afinal, um parque de diversões é divertido!

Pontas

  • Não tenha medo de pedir ajuda ou acomodação aos membros do elenco. Eles estão sempre dispostos a ajudar.

Perguntas e respostas

  • Uma criança autista só adora personagens fantasiados e, quando a fila para a saudação desse personagem acabar, ela começará a ter um colapso. Como ele pode ser ajudado?
    Você pode dizer a ele que o personagem não tem mais tempo, ou que há muitas outras crianças que eles precisam conhecer. Se houver mais personagens para conhecer, tente deixá-lo animado com o próximo.

Isenção de responsabilidade médica O conteúdo deste artigo não pretende ser um substituto para aconselhamento, exame, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Deve sempre contactar o seu médico ou outro profissional de saúde qualificado antes de iniciar, alterar ou interromper qualquer tipo de tratamento de saúde.
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail