Como esticar o pescoço?

Para alongar o pescoço, comece ficando de pé ou sentado direito. Em seguida, abaixe o queixo em direção ao peito para alongar a nuca. Mantenha o alongamento por 20 segundos antes de retornar à posição neutra. Em seguida, incline o queixo para cima em direção ao teto para esticar a frente do pescoço. Você também pode inclinar a orelha direita em direção ao ombro direito, manter a posição por 20 segundos e retornar à posição neutra. Em seguida, abaixe a orelha esquerda em direção ao ombro esquerdo, segure por 20 segundos e volte à posição vertical. Para saber com que frequência você deve esticar o pescoço, continue lendo!

Quando você estiver esticando o pescoço
DICA DO ESPECIALISTA Aviso do especialista: Quando você estiver esticando o pescoço, alongue apenas até o ponto de sentir um leve desconforto, mas não da dor.

A cabeça humana pode representar mais de 8% do peso corporal de uma pessoa, o que é bastante para um pescoço carregar. Acrescente longas horas ao dirigir, sentar em uma mesa ou caminhar com má postura, e a tensão pode se transformar em rigidez, dores musculares e dores de cabeça. Esses alongamentos podem aliviar todos esses sintomas com tempo suficiente. Se você está sofrendo de lesão cervical ou outra lesão no pescoço, converse com um médico ou fisioterapeuta para um plano de exercícios personalizado.

Método 1 de 3: alongamentos básicos do pescoço

  1. 1
    Consulte um médico em caso de lesões graves. Se você machucou o pescoço em um acidente ou se os sintomas se estendem ao braço, consulte um médico antes de fazer o alongamento. Se você tiver sintomas adicionais, verifique a seção Avisos abaixo para obter mais conselhos.
    • Para lesões menos graves, exercícios leves são provavelmente mais eficazes do que o repouso. Como regra geral, o alongamento é uma boa ideia, desde que não doa.
  2. 2
    Aplique calor (opcional). Uma compressa quente ou almofada de aquecimento no pescoço reduz a rigidez e torna o alongamento mais fácil. Porém, se a dor começou nos últimos dois ou três dias, evite o calor e espere até após o alongamento para aplicar o gelo. Durante esse estágio inicial, você deseja resfriar a área para reduzir o inchaço.
    • Uma maneira fácil de aplicar calor é esticar-se sob um jato de água morna no chuveiro.
  3. 3
    Fique de pé ou sente-se com boa postura. Você pode alongar-se em pé, com os pés afastados na largura dos ombros. Como alternativa, sente-se em uma cadeira de encosto reto com os joelhos dobrados a 90 graus e as mãos nas coxas. Suas costas não devem tocar as costas da cadeira. Em qualquer posição, alinhe os ombros sobre os quadris e as orelhas sobre os ombros.
  4. 4
    Abaixe o queixo. Abaixe o queixo em direção ao peito para esticar a nuca. Mantenha o alongamento por 20 segundos e, em seguida, volte à posição neutra.
    • Esses alongamentos devem ser sem dor. Não empurre além do ponto de leve desconforto.
    • Se precisar de mais apoio, segure a nuca com as mãos.
    DICA DE ESPECIALISTA

    Aviso do especialista: ao esticar o pescoço, estique-o apenas até sentir um leve desconforto, mas não sentir dor. Além disso, evite fazer círculos ou rotações com a cabeça e o pescoço, pois isso pode sobrecarregar desnecessariamente a coluna cervical.

  5. 5
    Incline o queixo para cima. Levante o queixo em direção ao teto para esticar a frente do pescoço. Mantenha o alongamento por 20 segundos, depois relaxe e abaixe o queixo.
  6. 6
    Alongue-se para o ombro direito e esquerdo. Mantenha os ombros estáveis e incline a orelha direita em direção ao ombro direito, olhando para frente. Mantenha o alongamento por até 20 segundos, depois incline a orelha esquerda para o ombro esquerdo e segure por mais 20 segundos.
  7. 7
    Vire a cabeça para a direita e para a esquerda. Gire o pescoço para a direita, olhando diretamente para a frente, por cima do ombro direito (ou o mais próximo que puder confortavelmente). Mais uma vez, segure por 20 segundos. Relaxe, vire a cabeça para a esquerda e segure por um alongamento final de 20 segundos.
    • Se você atingir o limite do movimento e o alongamento for confortável, empurre a cabeça suavemente com a mão para aumentar o alongamento.
  8. 8
    Experimente pendurar a cabeça para corrigir uma certa rigidez. Este é um exercício menos comum e geralmente não recomendado para pessoas com problemas graves no pescoço. Uma "inclinação de cabeça para a frente" pode ser boa para as dores do dia-a-dia, pois dá à sua coluna uma pausa para não segurar a cabeça. Veja como experimentar:
    • Mantendo as costas retas, incline-se para a frente na altura dos quadris e alcance o chão. Se for desconfortável alcançar o chão, coloque as mãos nas coxas ou canelas.
    • Com a cabeça baixa, experimente os exercícios de inclinação do queixo (para cima e para baixo) e os exercícios de rotação (olhar para a esquerda e para a direita).
  9. 9
    Repita o alongamento diariamente. Uma ou duas sessões de alongamento por dia geralmente são suficientes. Se você quiser se alongar com mais frequência, aumente lentamente ou consulte um médico ou fisioterapeuta. Em alguns casos, alongar-se demais pode sobrecarregar o pescoço.
    • Se o alongamento foi bom e não aumentou a dor, você pode tentar segurar cada alongamento por 30-60 segundos na próxima vez.
  10. 10
    Acompanhe o seu progresso. Quando seus músculos não estiverem mais tensos, pare de alongar, exceto quando necessário, normalmente duas ou três vezes por semana. A maioria das dores no pescoço deve melhorar rapidamente com o alongamento. Visite um médico se durarem mais de uma ou duas semanas ou se os sintomas piorarem.
    • Uma sensação de queimação, ou ardência em um lado do pescoço e no ombro, pode durar de alguns minutos a algumas semanas.
Abaixe o queixo em direção ao peito para esticar a nuca
Abaixe o queixo em direção ao peito para esticar a nuca.

Método 2 de 3: alongamento de músculos específicos

  1. 1
    Alongue os músculos do peito e dos ombros. Esses músculos geralmente ficam tensos junto com o pescoço, especialmente se o problema estiver relacionado à má postura. Se essas áreas parecerem rígidas, tente este exercício rápido para se soltar antes dos outros alongamentos:
    • Fique com os pés juntos a cerca de 0,6 metros de um canto.
    • Eleve os cotovelos até a altura dos ombros, com os antebraços retos acima deles. Apoie os antebraços nas duas paredes.
    • Incline-se para a frente até sentir um alongamento no peito e nos ombros, mas não sinta dor. Apoie seu peso principalmente com as pernas, não com os braços.
    • Segure por 30 a 60 segundos.
  2. 2
    Exercite os músculos escalenos. Esses músculos se estendem ao longo da lateral do pescoço, descendo até a clavícula. Além de melhorar a flexibilidade do pescoço, o fortalecimento desses músculos pode ajudar nos problemas respiratórios, pois eles levantam a caixa torácica. Aqui está um exercício para direcionar seus músculos escalenos:
    • Sente-se ereto na ponta de uma cadeira, com o queixo puxado para trás para centrar as orelhas sobre os ombros.
    • Segure a borda da cadeira com a mão direita para se estabilizar. Se necessário, coloque a mão esquerda sobre a clavícula direita para mantê-la plana.
    • Incline a orelha em direção ao ombro esquerdo.
    • Opcionalmente, alongue ainda mais levantando ligeiramente o queixo e virando a cabeça em direção ao ombro esquerdo.
    • Segure por 30-60 segundos e repita com o outro lado.
  3. 3
    Concentre-se em suas armadilhas para tratar dores de cabeça crônicas. Os músculos trapézios acima das omoplatas são importantes para controlar os movimentos da cabeça. A tensão constante aqui pode causar dores de cabeça. Você pode ficar sentado em sua cadeira para exercitar:
    • Segure a borda da cadeira novamente com a mão direita.
    • Gire a cabeça em direção ao ombro esquerdo. (É importante fazer isso primeiro.)
    • Abaixe o queixo em direção ao peito.
    • Coloque a mão esquerda no topo da cabeça e pressione suavemente em direção ao ombro esquerdo.
    • Para um alongamento maior, incline o tronco ligeiramente para a esquerda também.
    • Segure por até um minuto e repita para o outro lado.
  4. 4
    Alongue a escápula do elevador após longos períodos de imobilidade. O nome desses músculos soa como "levitar a escápula" (omoplata) porque é exatamente o que faz. A tensão aqui costuma ser a causa da dor no pescoço por se sentar em uma posição, especialmente se você sentir um ponto sensível no topo da omoplata. Veja como esticá-lo:
    • Fique de pé ou sente-se com uma parede de um lado.
    • Traga o cotovelo mais próximo da parede acima do ombro. Apoie-o contra a parede.
    • Afaste a cabeça da parede e abaixe o queixo. Você deve sentir a nuca se esticar.
    • Use a mão livre para puxar ligeiramente a cabeça na mesma direção.
    • Como sempre, fique aqui por 30-60 segundos antes de tentar o outro lado.
Abaixe o queixo em direção ao peito para alongar a nuca
Em seguida, abaixe o queixo em direção ao peito para alongar a nuca.

Método 3 de 3: fortalecendo seu pescoço e ombros

  1. 1
    Decida quando tentar esses exercícios. Músculos fracos ou tensos podem piorar sua postura e não apoiar adequadamente o pescoço. Trabalhar com eles pode reduzir a chance de recorrência da dor no pescoço. Uma vez que você possa realizar esses exercícios sem dor, agende-os a cada dois dias. O dia de folga é importante para dar tempo aos músculos para se reconstruírem.
  2. 2
    Fique de pé com a coluna contra a parede. Fique contra uma parede ou batente de porta. Coloque os pés a cerca de 8 centímetros (7,5 cm) da base da parede.
    • Em vez disso, você pode se sentar contra uma cadeira de encosto reto, se houver apoio para a cabeça. Aproveite isso quando tiver um momento durante uma longa viagem.
  3. 3
    Abaixe suavemente o queixo. Deixe o queixo cair em direção à garganta. Isso deve esticar a nuca e contrair os pequenos músculos ao redor da garganta.
    • Sinta os grandes músculos na frente do pescoço. Se estiverem tensos, levante a cabeça novamente e abaixe o queixo mais lentamente. Os músculos grandes devem permanecer relaxados, enquanto os pequenos músculos entre eles devem ficar tensos.
  4. 4
    Encoste a nuca na parede. Sem levantar o queixo, mova a cabeça para trás de modo que toque a parede.
  5. 5
    Repita este movimento. Mantenha essa posição por dez segundos e depois relaxe. Repita dez vezes e depois pare. Você pode realizar este exercício várias vezes ao dia.
    • Depois de praticar este exercício, você pode não precisar ter uma parede ou encosto de cabeça atrás de você.
  6. 6
    Exercite-se com acenos de cabeça e elevações da cabeça. Aqui está um conjunto final de exercícios que pode fortalecer o pescoço e os músculos próximos. Embora você não possa tentar este em movimento, algumas pessoas acham mais fácil do que o exercício acima:
    • Deite-se sobre uma superfície firme, com uma toalha enrolada apoiando o pescoço.
    • Gentilmente, abaixe o queixo em direção à garganta. Mantenha a nuca contra o chão e a nuca contra a toalha. Repita várias vezes.
    • Se você puder fazer isso sem dor, repita o mesmo movimento de assentir enquanto levanta a nuca do chão. Não levante o pescoço da toalha.

Pontas

  • Se você está sofrendo de whiplash, pode precisar de exercícios adicionais. É melhor consultar um fisioterapeuta para isso, pois os exercícios não são úteis para todos.
  • O exercício aeróbico (também conhecido como cardio) aumenta o fluxo sanguíneo para os músculos, o que pode soltar os músculos e acelerar a cura. Se você tiver dor ou rigidez no pescoço, considere começar a caminhar ou andar de bicicleta. Tenha cuidado com a aeróbica de alto impacto, como correr, pois os solavancos podem doer com músculos tensos.
Incline o queixo para cima em direção ao teto para esticar a frente do pescoço
Em seguida, incline o queixo para cima em direção ao teto para esticar a frente do pescoço.

Avisos

  • Pare de se alongar se isso lhe causar mais dor.
  • Procure atendimento médico imediato se tiver algum dos seguintes sintomas, além de problemas no pescoço:
    • Sintomas de meningite (febre, vômito e / ou sensibilidade à luz)
    • Se após um acidente: dor ou dormência nos ombros, braços ou pernas
    • Incapacidade de mover sua mão ou braço
  • Marque uma consulta médica se:
    • A dor é tão forte que você não consegue encontrar uma posição confortável
    • Você tem uma dor latejante, dormência ou fraqueza no ombro ou braço
    • Os sintomas não melhoram em uma semana
    • Uma dose regular de analgésico de venda livre não reduz a dor
    • Você tem gânglios linfáticos inchados em seu pescoço
    • Respirar ou engolir é difícil
    • Você se torna incontinente
    • Voce tem dificuldade para andar
    • Você foi mordido por um carrapato no mês passado

Comentários (3)

  • laurasales
    Artigo muito bom e inspirador.
  • wilsonscott
    Excelente. É útil para quem quer perder peso.
  • constance05
    Inclinar minha cabeça para baixo realmente ajuda. Venho fazendo isso há alguns anos, mas agora sei como esticar o pescoço corretamente. Ajuda de várias maneiras, às vezes até racha meu pescoço. Uma área do meu pescoço dói e esticá-la ajuda muito.
Isenção de responsabilidade médica O conteúdo deste artigo não pretende ser um substituto para aconselhamento, exame, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Deve sempre contactar o seu médico ou outro profissional de saúde qualificado antes de iniciar, alterar ou interromper qualquer tipo de tratamento de saúde.
Artigos relacionados
  1. Como tratar problemas de pé diabético?
  2. Como prevenir lesões no tornozelo?
  3. Como fortalecer os tendões de Aquiles?
  4. Como aliviar uma dor no tornozelo?
  5. Como tratar uma torção no tornozelo?
  6. Como se tornar ambidestro?
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail