Como transformar o mau estresse em bom estresse?

Há muitas maneiras de treinar a si mesmo para transformar o estresse ruim em estresse bom
Há muitas maneiras de treinar a si mesmo para transformar o estresse ruim em estresse bom e produtivo.

Para muitas pessoas, o estresse é uma parte constante de suas vidas. O estresse não apenas aumenta a ansiedade, mas desgasta as pessoas e prejudica sua capacidade de serem produtivas. No entanto, embora a maioria das pessoas veja o estresse como uma coisa ruim, não precisa ser assim. Há muitas maneiras de treinar a si mesmo para transformar o estresse ruim em estresse bom e produtivo. Depois de identificar os estressores, você pode aprender a usá-los como motivadores. A partir daí, você pode trabalhar para o crescimento pessoal.

Parte 1 de 3: identificando seus estressores

  1. 1
    Faça uma lista de seus fatores de estresse. Passe algum tempo pensando no que está acontecendo em sua vida. Use isso como uma oportunidade para identificar todos os fatores estressantes em sua vida. Em última análise, sem dedicar tempo para identificar os fatores de estresse, você provavelmente não conseguirá identificar exatamente o que o está incomodando.
    • Reserve um tempo para pensar sobre o que está estressando você e escreva em um pedaço de papel. Considere as coisas mais prováveis, como um colega de trabalho incomodando você, muito trabalho ou dinheiro insuficiente.
    • Pense em fatores estressantes menos óbvios. Esses fatores de estresse podem incluir um relacionamento amargo, problemas de saúde ou insatisfação geral com sua vida profissional.
    • Certifique-se de incluir bons fatores de estresse. Isso pode incluir entusiasmo com eventos esportivos, falar em público ou um projeto desafiador no trabalho.
    • Escreva o que cada estressor o faz sentir. Como você sente o estresse em seu corpo, por exemplo? Que pensamentos você tem? Isso o ajudará a determinar quais fatores estressantes são bons ou ruins e fornecerá um modelo para lidar com os sentimentos.
  2. 2
    Fale com alguém. Falar com alguém sobre seu estresse ou ansiedade pode ajudá-lo a identificar melhor o que está acontecendo em sua vida. Isso é importante, pois qualquer pessoa com quem você falar poderá lhe oferecer uma perspectiva diferente sobre seus problemas.
    • Peça conselho a um amigo. Diga algo como: "Tenho estado muito estressado ultimamente, você se importaria de ouvir minhas preocupações? Eu realmente gostaria de um conselho."
    • Contate um especialista em saúde mental. Um terapeuta, psicólogo ou psiquiatra pode ajudá-lo a identificar seus fatores de estresse.
    • Um possível resultado de sua conversa com alguém pode ser que você se sinta melhor ou menos estressado com o que quer que o esteja incomodando. Em outras palavras, às vezes ajuda apenas conversar com alguém.
  3. 3
    Identifique seu maior estressor. Depois de fazer uma lista, você precisa restringi-la e identificar seu maior estressor. Isso pode ser desafiador, pois alguns fatores de estresse podem ser semelhantes ou podem estar interligados. No final das contas, porém, para transformar o estresse ruim em estresse bom, você precisa ter certeza do que está estressando mais você.
    • Pense nos itens de sua lista que lhe causam mais estresse. Classifique-os de acordo.
    • Tente identificar pequenas tensões que podem ser facilmente resolvidas. Por exemplo, se você tem um laptop que congela constantemente quando você está digitando algo para o trabalho, esse é um pequeno problema que pode ser corrigido com a reinicialização, reinstalação ou atualização do equipamento.
    • Descubra quais fatores estressantes são criados por nenhuma falha ou ação de sua parte. Estes são os que você mais terá de enfrentar, pois os estresses criados por suas próprias ações podem ser resolvidos com mais facilidade.
Isso o ajudará a determinar quais fatores estressantes são bons ou ruins
Isso o ajudará a determinar quais fatores estressantes são bons ou ruins e fornecerá um modelo para lidar com os sentimentos.

Parte 2 de 3: deixando o estresse servir como um motivador

  1. 1
    Deixe o estresse servir como um aviso dos problemas que você precisa resolver. Sempre que você sentir estresse ou a ansiedade associada a ele, pense nisso como um aviso dos problemas que você precisa resolver ou das tarefas que precisa realizar. Ao conceituar o estresse como um sinal de alerta (em vez de algo para causar pânico), você será capaz de permitir que seu estresse sirva de motivador.
    • Quando você sentir ansiedade, tente associá-la a algo que você precisa realizar. Por exemplo, tente identificar a origem do estresse relacionado ao trabalho. Você pode estar realmente preocupado com um novo projeto que está prestes a iniciar. Seu estresse é apenas um sinal de que seu subconsciente está preocupado com esse novo problema.
    • Depois de identificar o problema que você precisa resolver, diga a si mesmo que sua sensação de estresse é apenas um lembrete.
    • Tente resolver o problema com calma. Depois de conectar seu estresse relacionado ao trabalho a um novo projeto, comece a trabalhar nesse projeto.
  2. 2
    Estabeleça metas com base em fatores de estresse. Depois de identificar seus estressores, você deve começar a definir metas com base neles. Ao estabelecer metas, você ajudará a se acalmar e se motivará. Considerar:
    • Fazendo uma lista das tarefas que você precisa concluir. Por exemplo, anote as tarefas diárias que você precisa realizar, como enviar faturas, reunir-se com colegas de trabalho ou concluir um projeto.
    • Estabeleça metas com base no tempo para resolver seus fatores de estresse. Dê a si mesmo uma quantidade real de tempo para cumprir uma determinada meta. Se normalmente leva 30 minutos para concluir uma tarefa, dê a si mesmo 30 minutos, não 20.
    • Se você não consegue resolver um fator de estresse, estabeleça uma meta para um período de tempo no qual deseja ser capaz de lidar com o estressor.
  3. 3
    Mude sua mentalidade. Uma ótima maneira de transformar o estresse negativo em positivo é ver as coisas que o estressam como desafios a serem superados. Ao vê-los como desafios - ou mesmo oportunidades - você não apenas se acalmará, mas também se motivará.
    • Sempre que acontece algo que o deixa estressado, comece a trabalhar para resolver o problema.
    • Veja o estresse como uma oportunidade de melhorar algo em sua vida. Por exemplo, se você ficar estressado porque não conseguiu se classificar em algum tipo de torneio, veja isso como uma oportunidade de melhorar suas habilidades para se classificar na próxima vez.
  4. 4
    Se cuida. Pratique o autocuidado para ajudar a equilibrar seu estresse. Primeiro, reveja sua lista de fatores de estresse. Em seguida, tente criar estratégias para gerenciar o estresse que você sente sempre que surgir. Por exemplo, você pode começar a ficar tenso se discutir com um membro da família. Você pode responder a esse estresse físico respirando profundamente ou praticando o relaxamento muscular progressivo.
    • Diga que você tem dúvidas sobre si mesmo e pensamentos negativos quando confrontado com um projeto desafiador no trabalho. Você pode decidir lidar com esses fatores de estresse por meio da auto-afirmação ou da reformulação dos pensamentos negativos.
Uma ótima maneira de transformar o estresse negativo em positivo é ver as coisas que o estressam
Uma ótima maneira de transformar o estresse negativo em positivo é ver as coisas que o estressam como desafios a serem superados.

Parte 3 de 3: usando o estresse para alcançar o crescimento individual

  1. 1
    Reconheça os sinais de estresse. Tente estar atento e aprender a reconhecer os indicadores de estresse. Pense em sua lista e em suas reações físicas, mentais e emocionais a cada estressor. À medida que você sentir novos, adicione-os à lista.
    • Adicione esses novos estressores da mesma forma que fez anteriormente. Observe sua reação aos estressores e tente desenvolver maneiras de gerenciá-los.
  2. 2
    Use o estresse para praticar a disciplina mental. Embora o estresse possa atrapalhar, desorientar ou perturbar de alguma outra forma, você pode usá-lo como uma oportunidade para praticar a disciplina mental. Para fazer isso, use o estresse como uma oportunidade para concentrar sua mente. Quando você está estressado:
    • Respire fundo. Concentre-se em sua respiração, em inspirar e expirar.
    • Diga a si mesmo que tudo vai ficar bem. Mantenha a calma e lembre-se de que você ficará bem.
    • Viva no momento, não no futuro. Concentrando-se no momento presente, superando desafios e resolvendo problemas no aqui e agora, você ajudará a desenvolver sua disciplina mental.
  3. 3
    Use-o como uma oportunidade para auto-reflexão. Uma forma de reverter o estresse é vê-lo como uma oportunidade de auto-reflexão e crescimento. Ao refletir sobre si mesmo, sua existência e seus objetivos na vida, você se colocará no caminho do crescimento pessoal.
    • Pense em onde você quer chegar na vida e o que deseja alcançar. Lembre-se que o que você está passando é parte de alcançar o crescimento pessoal e seus objetivos de longo prazo.
    • Pergunte a si mesmo o que você pode aprender com o estresse que está sentindo no momento.
    • Se você está passando por um estressor único, como a morte de um ente querido, lembre-se de que esses incidentes fazem parte da vida e o equiparão com ferramentas emocionais e experiência para o futuro.
    • Se você está estressado com o trabalho, pergunte-se por quê. É que você está sobrecarregado? É porque você não está realizado em seu trabalho? Pode ser necessário considerar ações drásticas, como encontrar um novo emprego.
    Para transformar o estresse ruim em estresse bom
    No final das contas, porém, para transformar o estresse ruim em estresse bom, você precisa ter certeza do que está estressando mais você.
  4. 4
    Aprenda com o estresse para melhorar sua rotina. Depois de refletir sobre si mesmo, você terá aprendido muito sobre si mesmo e o que o estressa. Use essas informações para reestruturar sua vida e sua rotina. Ao melhorar sua rotina, você provavelmente reduzirá os fatores de estresse no futuro. Você também se tornará mais eficiente e eficaz em suas tarefas diárias.
    • Se você perceber que fica estressado todos os dias por causa de certos encontros com pessoas no trabalho, tome medidas para melhorar esses encontros. Converse com as pessoas que o estressam (para que não o estressem mais) ou evite essas pessoas por completo.
    • Se você fica estressado no trabalho porque seu sistema organizacional é ineficiente, tome medidas para melhorar seu sistema organizacional.
    • Se você fica estressado por causa do trânsito no caminho para o trabalho, encontre uma nova maneira de trabalhar.
  5. 5
    Perceba que algum estresse de curto prazo é saudável. O estresse de curto prazo pode ser uma coisa boa. Quando você está estressado, seu corpo libera certos produtos químicos, sua frequência cardíaca pula e seu cérebro fica mais alerta. Esta é uma resposta saudável que o ajuda a resolver problemas.
    • O estresse de curto prazo pode energizá-lo e acordá-lo. Isso é especialmente útil quando você está estressado, sobrecarregado e exausto. Entretanto, o estresse torna-se prejudicial à saúde quando você fica estressado por longos períodos de tempo.
    • Mesmo assim, mesmo o bom estresse precisa ser equilibrado com o autocuidado. Certifique-se de incluir o autocuidado em suas rotinas diárias.
Isenção de responsabilidade médica O conteúdo deste artigo não pretende ser um substituto para aconselhamento, exame, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Deve sempre contactar o seu médico ou outro profissional de saúde qualificado antes de iniciar, alterar ou interromper qualquer tipo de tratamento de saúde.
Artigos relacionados
  1. Como ser legal com os outros quando você está estressado?
  2. Como lidar com muito estresse?
  3. Como participar de aconselhamento de gerenciamento de estresse?
  4. Como usar ervas para controlar o estresse?
  5. Como usar o estresse de forma benéfica?
  6. Como aliviar o estresse correndo?
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail