Como prevenir lesões nos joelhos no balé?

O que também pode prevenir lesões
Alguns recomendam o uso de treinamento cruzado com pilates / ioga para ajudar no alinhamento e na força do balé, o que também pode prevenir lesões.

Se você pratica balé, está certo em se preocupar com lesões nos joelhos. Lesões no joelho são responsáveis por 14 a 20% de todas as lesões do balé. As lesões são causadas por uma série de coisas: aquecimento ou alongamento inadequado, postura ou forma incorreta e excesso de trabalho de certos músculos. Felizmente, existem várias maneiras de proteger os joelhos para que você possa desfrutar da dança do balé por anos.

Parte 1 de 2: protegendo seus joelhos durante o balé

  1. 1
    Trabalhe com um profissional. Encontre um instrutor em uma escola de balé pré-profissional que trabalhe com uma companhia de balé profissional. Um ótimo instrutor pode fornecer ajuda individual que pode prevenir lesões e melhorar suas poses.
    • Evite simplesmente confiar nas instruções de seus colegas ou em aulas online. Você precisa obter feedback adequado de um profissional que seja capaz de ver se sua técnica está correta.
  2. 2
    Pratique em pisos de madeira. Evite dançar em pisos duros como cimento. Em vez disso, o estúdio que você usa deve ter pisos de madeira com molas (como arlequim). Isso ajudará o solo a absorver o choque de seus movimentos. Um bom piso pode prevenir dores nas canelas e outras lesões.
    • Certifique-se de que o piso não tenha muita colofónia cobrindo-o em manchas irregulares. Isso pode aumentar a probabilidade de você se ferir.
  3. 3
    Aquecimento. Os exercícios de aquecimento podem soltar os músculos, tornando-os menos propensos a rasgar ou esticar. Faça exercícios que façam seu sangue bombear e realmente o aqueçam antes de começar a dançar. Isso o deixará pronto para atividades mais intensas, o que pode melhorar sua dança de balé e prevenir lesões.
    • Faça exercícios em pé por vários minutos ou tente um exercício aeróbico em um ritmo normal. Nunca se esforce demais durante o aquecimento.
    Lesões no joelho são responsáveis por 14 a 20% de todas as lesões de balé
    Lesões no joelho são responsáveis por 14 a 20% de todas as lesões de balé.
  4. 4
    Faça treinamento físico. O exercício (treinamento físico) é uma das melhores maneiras de reduzir o risco de lesões. Embora o balé seja altamente físico, a maioria dos bailarinos não é ativa o suficiente para melhorar sua saúde aeróbica. Faça um regime geral de condicionamento físico ao longo da semana para reduzir o risco de lesões.
    • Certifique-se de evitar esportes conhecidos por causar danos aos joelhos, como basquete ou tênis.
  5. 5
    Preste atenção à dor. Se você sentir dor, este é o seu corpo dizendo que algo está errado. Peça ao seu instrutor para observar você fazer o movimento que lhe causou dor. Às vezes, você pode precisar apenas de uma correção técnica que parará a dor. Mas, se o seu instrutor não ver nada de errado com o seu formulário, consulte um médico.
    • Se nenhum movimento específico está causando dor, siga a regra dos três dias. Se sentir dor por três dias, conte ao seu instrutor.

Parte 2 de 2: praticando a técnica adequada

  1. 1
    Pratique o alinhamento correto do joelho. Seus joelhos devem estar sempre alinhados com os dedos dos pés. Se eles estiverem desalinhados, você colocará uma pressão excessiva nas rótulas e nos músculos da perna, quer esteja dobrando ou girando. Fique de pé com os joelhos macios e mantenha a coluna alongada.
    • Nunca trave seus joelhos. Isso pode hiperestender o joelho, aumentando a mobilidade. Mas, isso também levará a lesões no joelho e desalinhamento.
  2. 2
    Use seus quadris para uma boa participação. A pesquisa mostra que usar os joelhos afastados cria um alinhamento inadequado e pode causar lesões. Em vez disso, mantenha seus músculos flexíveis. Levante os dedos dos pés um do outro para que fiquem cada um em um ângulo de 90 graus. Você deve deslocar o peso não dos joelhos, mas dos quadris. Isso ajudará seus pés a se separarem naturalmente.
    • Você nunca deve forçar sua participação. Usar os joelhos em vez dos músculos do quadril pode colocar uma tensão extra nos músculos da perna e danificar o joelho.
    DICA DE ESPECIALISTA

    Nosso especialista concorda: Para evitar lesões nos joelhos, trabalhe no fortalecimento e alongamento dos quadris. Você pode aumentar a força do quadril fazendo exercícios como agachamentos, estocadas e pontes como aquecimento ou relaxamento.

  3. 3
    Distribua o peso pelos pés. A hiperpronação do pé ("rolar") é uma causa de lesões nos joelhos. Quando seus pés rolam para dentro, os arcos rolam para a frente. Seus tendões tentarão compensar esse desequilíbrio, causando lesões e inflamação (como tendinite). Em vez disso, equilibre seu peso em todo o pé.
    • Você deve sentir seu peso no calcanhar, no dedão e no dedão do pé.
    Está certo em se preocupar com lesões nos joelhos
    Se você pratica balé, está certo em se preocupar com lesões nos joelhos.
  4. 4
    Aponte seus pés. Seu pé deve estar apontado para criar uma linha reta que se estende desde sua panturrilha. Se você tentar forçar os dedos dos pés ou apontar com mais força, poderá fazer com que o pé fique em forma de foice para dentro. A foice quebra a linha imaginária que se estende desde a panturrilha de modo que ela se curva. Ele também pode danificar seus músculos e se formar, levando a lesões.
    • Você deve manter o calcanhar para a frente, não para o lado, o que pode fazer com que o pé vire para dentro.

Pontas

  • Alguns recomendam o uso de treinamento cruzado com pilates / ioga para ajudar no alinhamento e na força do balé, o que também pode prevenir lesões.
  • Tente usar um espelho lateral para ver melhor o seu alinhamento.
  • Vire sempre pelo quadril, nunca pelos joelhos!

Avisos

  • Se você se machucar, coloque gelo e use uma cinta ou consulte um médico. Continuar a dançar pode causar mais lesões.

Comentários (1)

  • agustina91
    Este artigo me ajudou porque tenho joelhos hiperestendidos e estou sempre me machucando. Mas depois que li este artigo, minha dança ficou muito melhor sem a dor.
Isenção de responsabilidade médica O conteúdo deste artigo não pretende ser um substituto para aconselhamento, exame, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Deve sempre contactar o seu médico ou outro profissional de saúde qualificado antes de iniciar, alterar ou interromper qualquer tipo de tratamento de saúde.
Artigos relacionados
  1. Como tratar a dormência nas pernas?
  2. Como aliviar o aperto na região lombar?
  3. Como aliviar espasmos musculares no pescoço?
  4. Como alongar ombros tensos?
  5. Como reduzir o inchaço nas pernas?
  6. Como viver com discos protuberantes?
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail